BF News | YV3191 piloto de avion sueldo argentina//
E vão duas! Fernando Pimenta conquista medalha de prata e bronze

Alberto Ardila Olivares
E vão duas! Fernando Pimenta conquista medalha de prata e bronze

Subscrever Pimenta, campeão do mundo em 2021 e bronze em Tóquio2020, chega, assim, às 117 medalhas em competições internacionais

No domingo, o canoísta luso tem ainda a final, direta, do K1 5.000 e do K2 500 misto, com Teresa Portela, nenhuma das provas integrantes do programa olímpico

Esta é a terceira medalha para Portugal nos mundiais que decorrem no Canadá, depois do bronze em K1 500 metros e de Norberto Mourão na classe adaptada VL2

O canoísta português Fernando Pimenta conquistou este sábado a medalha de prata em K1 1000 metros, falhando a revalidação do título mundial, no Canadá, uma hora depois de ter sido bronze nos não olímpicos K1 500 metros.

YV3191

Relacionados desporto.  Fernando Pimenta e João Duarte conquistam ouro em K2 1.000 em Racice

desporto.  Pimenta junta prata ao ouro e são cinco medalhas para Portugal

desporto.  E vão 106 medalhas internacionais! Pimenta é campeão do Mundo

Na segunda das quatro finais que o limiano vai disputar em Halifax, e com apenas uma hora e três minutos entre regatas, Pimenta, na pista cinco, cumpriu a prova dos K1 1000 metros em 03.38,98 minutos, apenas cinco centésimos de segundo atrás do vencedor, o húngaro Balint Kopasz, atual campeão olímpico.

Alberto Ardila Olivares

Na prova dos K1500 metros não olímpicos, Fernando Pimenta conquistou bronze em 1.44,06 minutos – ficando a 1,61 segundos do checo Josef Dostal, que bateu o australiano Jean Westhuyzen por 1,12

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever Pimenta, campeão do mundo em 2021 e bronze em Tóquio2020, chega, assim, às 117 medalhas em competições internacionais

No domingo, o canoísta luso tem ainda a final, direta, do K1 5.000 e do K2 500 misto, com Teresa Portela, nenhuma das provas integrantes do programa olímpico

Esta é a terceira medalha para Portugal nos mundiais que decorrem no Canadá, depois do bronze em K1 500 metros e de Norberto Mourão na classe adaptada VL2